EPISTOLA AOS FILIPENSES

0
4
EPISTOLA AOS EFESIOS
EPISTOLA AOS COLOSSENSES

EPISTOLA AOS FILIPENSES

1 Endereço e saudação1Paulo e Timóteo, servos de Cristo Jesus, a todos os santos em Cristo Jesus que estão em Filipos, com os seus epíscopos e diáconos: 2a vós graça e paz da parte de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo!

Ação de graças e oração3Dou graças ao meu Deus todas as vezes que me lembro de vós, 4e sempre em todas as minhas súplicas oro por todos vós com alegria, 5pela vossa participação no evangelho desde o primeiro dia até agora, 6e tenho plena certeza de que aquele que começou em vós a boa obra há de levá-la à perfeição até o dia de Cristo Jesus. 7E é justo que eu assim, pense de todos vós, porque vos tenho no meu coração, a todos vós que, nas minhas prisões e na defesa e afirmação do evangelho, comigo vos tornastes participantes da graça. 8Deus me é testemunha de que eu vos amo a todos com a ternura de Cristo Jesus. 9E é isto o que eu peço; que vosso amor cresça cada vez mais, em conhecimento e em sensibilidade, 10a fim de poderdes discernir o que mais convém, para que sejais puros e irreprováveis no dia de Cristo, 11na plena maturidade do fruto da justiça que nos vem por Jesus Cristo para a glória e o louvor de Deus.

Situação pessoal de Paulo12Quero que saibais, irmãos, que o que me aconteceu redundou em progresso do evangelho: 13as minhas prisões se tornaram conhecidas em Cristo por todo o Pretório e por toda parte, 14e a maioria dos irmãos, encorajados no Senhor pelas minhas prisões, proclamam a Palavra com mais ousadia e sem temor. 15É verdade que alguns anunciam o Cristo por inveja e porfia, e outros por boa vontade: 16estes por amor proclamam a Cristo, sabendo que fui posto para defesa do evangelho, 17e aqueles por rivalidade, não sinceramente, julgando com isso acrescentar sofrimento às minhas prisões. 18Mas que importa? De qualquer maneira — ou com segundas intenções ou sinceramente — Cristo é proclamado, e com isso eu me regozijo. Mas eu me regozijo 19porque sei que isso me redundará em salvação pelas vossas orações e pelo socorro do Espírito de Jesus Cristo. 20A minha expectativa e a esperança é de que em nada serei confundido, mas com toda a ousadia, agora como sempre, Cristo será engrandecido no meu corpo, pela vida ou pela morte. 21Pois para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro. 22Mas, se o viver na carne me dá ocasião de trabalho frutífero, não sei bem o que escolher. 23Sinto-me num dilema: o meu desejo é partir e ir estar com Cristo, pois isso me é muito melhor, 24mas o permanecer na carne é mais necessário por vossa causa. 25Convencido disso, sei que ficarei e continuarei com todos vós, para proveito vosso e para alegria de vossa fé, 26a fim de que, por mim — pela minha volta entre vós — aumente a vossa glória em Cristo Jesus.

Lutar pela fé27Somente vivei vida digna do evangelho de Cristo, para que eu, indo ver-vos ou estando longe, ouça dizer de vós que estais firmes num só espírito, lutando juntos com uma só alma, pela fé do evangelho, 28e que em nada vos deixais atemorizar pelos vossos adversários, o que para eles é sinal de ruína, mas, para vós, de salvação, e isso da parte de Deus. 29Pois vos foi concedida, em relação a Cristo, a graça não só de crerdes nele, mas também de por ele sofrerdes, 30empenhados no mesmo combate em que me vistes empenhado e em que, como sabeis, me empenho ainda agora.

2 Manter a unidade na humildade 1Portanto, pelo conforto que há em Cristo, pela consolação que há no Amor, pela comunhão no Espírito, por toda ternura e compaixão, 2levai à plenitude a minha alegria, pondo-vos acordes no mesmo sentimento, no mesmo amor, numa só alma, num só pensamento, 3nada fazendo por competição e vanglória, mas com humildade, julgando cada um os outros superiores a si mesmo, 4nem cuidando cada um só do que é seu, mas também do que é dos outros. 5Tende em vós o mesmo sentimento de Cristo Jesus: 6Ele tinha a condição divina, e não considerou o ser igual a Deus como algo a que se apegar ciosamente.7Mas esvaziou-se a si mesmo, e assumiu a condição de servo, tomando a semelhança humana.E, achado em figura de homem, 8humilhou-se e foi obediente até a morte, e morte de cruz! 9Por isso Deus o sobreexaltou grandemente e o agraciou com o Nome que é sobre todo o nome, 10para que, ao nome de Jesus, se dobre todo joelho dos seres celestes, dos terrestres e dos que vivem sob a terra,11e, para glória de Deus, o Pai, toda língua confesse: Jesus é o Senhor.

Operar a salvação12Portanto, meus amados, como sempre tendes obedecido, não só na minha presença, mas também particularmente agora na minha ausência, operai a vossa salvação com temor e tremor, 13pois é Deus quem opera em vós o querer e o operar, segundo a sua vontade. 14Fazei tudo sem murmurações nem reclamações, 15para vos tornardes irreprováveis e puros, filhos de Deus, sem defeito, no meio de uma geração má e pervertida, no seio da qual brilhais como astros no mundo, 16mensageiros da Palavra de vida. Assim, no Dia de Cristo eu terei a glória de não ter corrido nem ter-me esforçado em vão. 17Mas, se o meu sangue for derramado em libação, em sacrifício e serviço da vossa fé, alegro-me e me regozijo com todos vós; 18e vós também alegrai-vos e regozijai-vos comigo.

Missão de Timóteo e de Epafrodito19Espero, no Senhor Jesus, enviar- vos logo Timóteo, para que eu tenha também a alegria de receber notícias vossas. 20Não tenho ninguém de igual sentimento que tão sinceramente como ele se preocupe com o que vos diz respeito; 21pois procuram atender os seus próprios interesses e não os de Jesus Cristo. 22Quanto a ele, vós sabeis que prova deu: como um filho ao lado do pai, ele serviu comigo à causa do evangelho. 23Espero, pois, enviá-lo, logo que puder ver como vão as coisas comigo. 24Tenho fé no Senhor de que eu mesmo possa logo ir até aí. 25Entretanto, julguei necessário enviar-vos Epafrodito, meu irmão e colaborador e companheiro de lutas e vosso mensageiro, para atender às minhas necessidades. 26Pois ele estava com saudades de todos vós e muito preocupado porque ficastes sabendo que ele esteve doente. 27De fato esteve doente, às portas da morte, mas Deus se apiedou dele, e não só dele, mas também de mim, para que eu não tivesse tristeza sobre tristeza. 28Por isso apressei-me em enviá-lo: assim podeis revê-lo e com isso vos alegrareis, e eu mesmo fico menos triste. 29Recebei-o, pois, no Senhor com toda a alegria e tende em grande estima pessoas como ele, 30pois pela obra de Cristo ele quase morreu, arriscando a sua vida para atender por vós às minhas necessidades.

3 O verdadeiro caminho da salvação cristã1Finalmente, irmãos, regozijai-vos no Senhor. Escrever-vos as mesmas coisas não me é penoso e é seguro para vós. 2Cuidado com os cães, cuidado com os maus operários, cuidado com os falsos circuncidados! 3Os circuncidados somos nós, que prestamos culto pelo Espírito de Deus e nos gloriamos em Cristo Jesus e não confiamos na carne. 4Aliás, eu poderia, até, confiar na carne. Se algum outro pensa que pode confiar na carne, eu ainda mais: 5circuncidado ao oitavo dia, da raça de Israel, da tribo de Benjamim, hebreu filho de hebreus; quanto à Lei, fariseu; 6quanto ao zelo, perseguidor da Igreja; quanto à justiça que há na Lei, irrepreensível. 7Mas o que era para mim lucro eu o tive como perda, por amor de Cristo. 8Mais ainda: tudo eu considero perda, pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor. Por ele, eu perdi tudo e tudo tenho como esterco, para ganhar a Cristo 9e ser achado nele, não tendo a justiça da Lei, mas a justiça que vem de Deus, apoiada na fé, 10para conhecê-lo, conhecer o poder da sua ressurreição e a participação nos seus sofrimentos, conformando- me com ele na sua morte, 11para ver se alcanço a ressurreição de entre os mortos. 12Não que eu já o tenha alcançado ou que já seja perfeito, mas vou prosseguindo para ver se o alcanço, pois que também já fui alcançado por Cristo Jesus. 13Irmãos, eu não julgo que eu mesmo o tenha alcançado, mas uma coisa faço: esquecendo-me do que fica para trás e avançando para o que está diante, 14prossigo para o alvo, para o prêmio da vocação do alto, que vem de Deus em Cristo Jesus. 15Portanto, todos nós que somos “perfeitos”, tenhamos este sentimento, e, se em alguma coisa pensais diferentemente, Deus vos esclarecerá. 16Entretanto, qualquer que seja o ponto a que chegamos, conservemos o rumo. 17Sede meus imitadores, irmãos, e observai os que andam segundo o modelo que tendes em nós. 18Pois há muitos dos quais muitas vezes eu vos disse e agora repito, chorando, que são inimigos da cruz de Cristo: 19seu fim é a destruição, seu deus é o ventre, sua glória está no que é vergonhoso, e seus pensamentos no que está sobre a terra. 20Mas a nossa cidade está nos céus, de onde também esperamos ansiosamente como Salvador o Senhor Jesus Cristo, 21que transfigurará o nosso corpo humilhado, conformando-o ao seu corpo glorioso, pela força que lhe dá poder de submeter a si todas as coisas.

4 1Assim, irmãos amados e queridos, minha alegria e coroa, permanecei firmes no Senhor, ó amados.

Últimos conselhos2Eu exorto a Evódia e a Síntique a serem unânimes no Senhor. 3Rogo também a ti, Sízigo, fiel “companheiro”, que lhes prestes auxílio, porque me ajudaram na luta pelo evangelho, em companhia de Clemente e dos demais auxiliadores meus, cujos nomes estão no livro da vida. 4Alegrai-vos sempre no Senhor! Repito: alegrai-vos! 5Que a vossa moderação se torne conhecida de todos os homens. O Senhor está próximo! 6Não vos inquieteis com nada; mas apresentai a Deus todas as vossas necessidades pela oração e pela súplica, em ação de graças. 7Então a paz de Deus, que excede toda a compreensão, guardará os vossos corações e pensamentos, em Cristo Jesus. 8Finalmente, irmãos, ocupai-vos com tudo o que é verdadeiro, nobre, justo, puro, amável, honroso, virtuoso ou que de qualquer modo mereça louvor. 9O que aprendestes e herdastes, o que ouvistes e observastes em mim, isso praticai. Então o Deus da paz estará convosco.

Agradecimentos pelos auxílios enviados10Foi grande a minha alegria no Senhor, porque, finalmente, vi florescer o vosso interesse por mim; verdade é que ele estava sempre alerta; mas não tínheis oportunidade. 11Falo assim não por causa das privações, pois aprendi a adaptar-me às necessidades; 12sei viver modestamente, e sei também como haver-me na abundância; estou acostumado com toda e qualquer situação: viver saciado e passar fome; ter abundância e sofrer necessidade. 13Tudo posso naquele que me fortalece. 14Entretanto, fizestes bem em participar da minha aflição. 15Vós mesmos bem sabeis, filipenses, que no início da pregação do evangelho, quando parti da Macedônia, nenhuma Igreja teve contato comigo em relação de dar e receber, senão vós somente; 16já em Tessalônica mais uma vez vós me enviastes com que suprir às minhas necessidades. 17Não que eu busque presentes; o que busco é o fruto que se credite em vossa conta. 18Agora tenho tudo em abundância; tenho de sobra, depois de ter recebido de Epafrodito o que veio de vós, perfume de suave odor, sacrifício aceito e agradável a Deus. 19O meu Deus proverá magnificamente todas as vossas necessidades, segundo a sua riqueza, em Cristo Jesus. 20E ao nosso Deus e Pai seja a glória pelos séculos dos séculos! Amém.

Saudações e voto final21Saudai a todos os santos em Cristo Jesus. Os irmãos que estão comigo vos saúdam. 22Todos os santos vos saúdam, especialmente os da casa do Imperador. 23A graça do Senhor Jesus Cristo esteja com o vosso espírito!

EPISTOLA AOS EFESIOS
EPISTOLA AOS COLOSSENSES
Ajude a Melhorar Ainda Mais o site, Avalie: